Profª Tânia Soares

Atriz e arte-educadora, graduada em Artes Cênicas pela UFBA, Mestre pelo PPGAC da UFBA, com cursos de formação teatral na Itália e Londres. Como atriz, participou de O Casamento na Roça, O Boi e o Burro nos Caminhos de Salvador e Maria do Sonho dirigido pelo Grupo Teatro Griô, O Inspetor Geral, dirigido por Paulo Cunha; Apareceu a Margarida direção de Paulo Dourado, indicado ao Prêmio Copene de Teatro; Trilogia Baiana, dirigido por Meran Vargens, Quem conto canta Cordel Encanta, dirigido por João Lima e vencedor do Prêmio Braskem de melhor espetáculo infantil 2004, Jeremias O Profeta da Chuva, do Núcleo do TCA, dirigido em 2009 por Adelice Souza, Na Teia de Ananse, em 2012, dirigida por Rafael Morais, Brincando com a Morte, premiado com Funarte Artes Cênicas na Rua, Circo-Teatro na Estrada, dirigido por Eliene Benício,  dentre outros. Dirigiu diversos espetáculos teatrais, de palco e de rua, mais recentemente ” Um Passarinho me Contou…Histórias Neste Jardim”  Como professora de teatro, atuou no ensino da graduação do curso de Artes Cênicas na Universidade Federal da Bahia. É coordenadora de cursos e oficinas do Teatro Griô.

 

Formação Acadêmica

Mestre em Artes Cênicas pelo PPGAC da UFBA.

Graduada em Interpretação Teatral pela UFBA.

Cursos de formação teatral na Itália de teatro de rua, técnica de clown e técnicas corporais e vocais de formação do ator, ministradas pelo Teatro Potlach e de Mímica Corporal Dramática em Londres na Ècole de Mime Corporel Dramatique, por Steve Wasson e Corine Soun.

Cursos

  • Curso Livre de Teatro da UFBA
  • Escola Picolino de Artes do Circo
  • Oficina com Eugênio Barba, do Odin Theatre
  • Oficina com  Luiz Carlos Vasconcelos do Piollin.
  • Retiro de Clown com o grupo LUME, da Unicamp.

Experiência Profissional

Como atriz, participou de O Inspetor Geral, dirigido por Paulo Cunha; Apareceu a Margarida direção de Paulo Dourado ;Trilogia Baiana, dirigido por Meran Vargens, Homem não entra…só se fizer um agrado, de Zeca Abreu, Quem conto canta Cordel Encanta, dirigida por João Lima e indicado ao prêmio BRASKEM de melhor espetáculo infantil 2004, atuou em 2009 no espetáculo ” Jeremias, O Profeta da Chuva” dirigido por Adelice Souza pelo Núcleo do Teatro Castro Alves; ” Na Teia de Ananse” dirigido por Rafael Morais, dentre outros.

Dirigiu e atuou no espetáculo ” Brincando Com a  Morte” vencedor do Prêmio Funarte de Artes Cênicas na Rua 2010 e indicado ao Prêmio Braskem de Melhor Espetáculo Infantil 2011.Dirigiu o espetáculo ” Um Passarinho me Contou…Histórias Para Ouvir, Cantar e Encantar”em 2013 , selecionado recentemente pelo Edital Arte em Toda Parte, da Prefeitura Municipal de Salvador.

Foi professora substituta  da Escola de Teatro da UFBA de 2007 a 2014, ministrou oficinas no  CTA- Centro de Treinamento do Ator do Teatro Castro Alves, Educadora do Liceu de Artes e Ofícios, ministrando aulas de técnica de clown e técnicas para o teatro de rua; ministrou ainda oficina de teatro para adolescentes em projetos como o Boca de Brasa, da Fundação Gregório de Mattos, Chapéu de Palha da Fundação Cultural do Estado da Bahia, Qualificação e Formação Artística da FUNCEB, dentre outros. Além disso ministrou oficinas diversas em festivais, universidades e ONGs.

Atividades como arte-educadora

Coordenou o projeto de arte-educação Apito de Todas as Cores, com crianças e adolescentes em Camaçari-BA.

Atividades como pesquisadora

Participou do Projeto Griô Kaiodé- O contador de alegrias realizado na Escola Municipal Eugênia Anna dos Santos, localizada no terreiro de candomblé Ilê Axé Opô Afonjá, que teve como objetivo valorizar os referenciais da cultura afro-brasileira, através da arte/teatro- educação, utilizando como material a cultura oral, lendas e tradição do culto aos orixás, coordenado por Carlos Petrovich e Vanda Machado.