Teatro Griô é selecionado no KIT Difusão da FUNCEB

Programa de Difusão das Artes da FUNCEB/SecultBA reúne 30 montagens teatrais em novo lançamento de material promocional

A Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado (SecultBA), divulga o resultado da composição da 2ª edição do Kit Difusão do Teatro da Bahia. Com inscrições abertas entre novembro e dezembro passados, foram contabilizados 46 espetáculos inscritos, dos quais 30 foram escolhidos. O material promocional faz parte do Programa de Difusão das Artes e reúne informações sobre montagens teatrais baianas no intuito de ampliar a sua visibilidade nacional e internacionalmente.

De temáticas e formatos diversos, os espetáculos selecionados estiveram em cartaz entre os anos de 2011 e 2013 e permanecem em atividade. Entre as montagens, três são do interior do estado: Feira de Santana, Ilhéus e Vitória da Conquista, territórios que vêm se destacando na produção teatral da Bahia.

“O resultado da seleção é diverso e realmente apresenta um panorama do teatro da Bahia. Mesmo que o material não possa abrigar toda a produção existente, ele representa bem o cenário atual do nosso teatro. A seleção foi feita com curadores importantes nacionalmente e contempla produções recentes e também espetáculos que continuam no repertório de alguns de nossos artistas, o que demonstra a longevidade destas montagens”, afirma Maria Marighella, atriz e coordenadora de Teatro da FUNCEB, que compôs a comissão ao lado de Jorge Vermelho – ator, diretor, produtor, atual curador artístico do Balé Teatro Castro Alves (BTCA); foi diretor geral do Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto (2001 a 2009) e do Janeiro Brasileiro da Comédia (2003 a 2009) – e de Luiz Bertipaglia – jornalista, ator, diretor e produtor de teatro; desde 2003, é diretor artístico e geral do Festival Internacional de Londrina (FILO); também é um dos representantes do Núcleo dos Festivais Internacionais de Artes Cênicas do Brasil.

A avaliação teve como base a qualidade artística, a trajetória dos artistas envolvidos, a qualidade do material apresentado e a contribuição para o produto final, cujo princípio é revelar a diversidade de expressões do campo teatral da Bahia. O Kitapresentará textos trilíngues (português, inglês e espanhol), imagens e vídeos, e contará com uma versão física a ser distribuída a curadores de festivais, imprensa especializada e setores estratégicos na difusão do teatro, além de uma versão digital, que será amplamente divulgada e disponibilizada gratuitamente através do site da FUNCEB. O mesmo formato foi utilizado para a 1ª edição da publicação, que foi lançada na abertura da Mostra Baiana de Teatro no FRINGE, dentro da programação do Festival de Teatro de Curitiba 2013, em março do ano passado.

Sobre a 1ª edição do Kit Difusão do Teatro da Bahia – Lançado como um projeto-piloto, o material inédito, referente aos anos de 2011-2012, reuniu informações sobre 28 montagens. A composição se deu através de uma consulta a instituições de referência na área – Cooperativa Baiana de Teatro, Sindicato dos Artistas e Técnicos em Diversões do Estado da Bahia (SATED-BA) e Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia (UFBA), em conjunto com a Coordenação de Teatro da FUNCEB –, que indicaram 16 espetáculos. Para completar o material, a FUNCEB também realizou inscrições através de uma convocação pública. Os trabalhos foram avaliados por três curadores: Maria Rejane Reinaldo (atriz, diretora, pesquisadora, gestora e produtora cultural, diretora do Programa de Formação do Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga), Sérgio Bacelar (idealizador e coordenador do Festival de Teatro Brasileiro) e César Augusto (ator, produtor e diretor, integrante da Cia. dos Atores e diretor do TEMPO_FESTIVAL das Artes – RJ). Eles selecionaram mais 12 montagens, levando em conta a qualidade artística e a potencialidade delas para o desenvolvimento das atividades de difusão.

Além dos impactos externos, o Kit Difusão do Teatro da Bahia 2011-2012 foi a base para a curadoria do ator Wagner Moura, responsável, com a colaboração de Vadinha Moura, pela seleção dos espetáculos da Mostra Baiana de Teatro no FRINGE, dentro da programação do Festival de Teatro de Curitiba 2013. Também foi a partir deste material que se definiu a programação teatral do Marco do Teatro e do Circo 2013, com sessões no Teatro Castro Alves, além de ter sido fonte para a lista de atrações do Cultura em Campo, realizado durante o período da Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *